A escola do seu filho estimula a leitura ?

DSC_0666

 

Hoje eu gostaria de refletir a respeito  do estímulo à leitura realizado pelas  escolas.  Será que a escola do seu filho  realmente está promovendo a leitura? Vamos pensar um pouquinho  a respeito?

 

Teoricamente, toda a escola  busca formar alunos leitores, certo?  Mas será que  estão usando bons mecanismos para isso? Como  as escolas estão promovendo a leitura nesse mundo digital? O que mudou no incentivo á leitura  desde que nós saímos dos bancos escolares?  Com base no que tenho pesquisado sobre formação de leitores  e nas minhas observações em diferentes instituições,  percebo que  a própria escola não tem clareza do que fazer com a Leitura.  São tantas as demandas que a Escola deve cumprir que a Leitura é apenas mais um item entre tantos.

Quero deixar claro que  sei de todas as dificuldades do Ensino Público no país, já  trabalhei como psicóloga em instituições públicas e sei bem das dificuldades.  Esse texto é voltado para pais – que podem fazer a opção por instituições particulares  –  e para  educadores.

Para começar , na hora de escolher a escola dos filhos, alguém lembra de perguntar sobre a Biblioteca?  Parece uma questão simples, mas é crucial, pois demonstra o valor que realmente damos ao livro e a Leitura em nossas vidas.

Segue a reflexão:

  • A biblioteca possui um acervo rico e variado ?
  • O local possui um profissional habilitado – o bibliotecário (a) ?
  • O local é agradável e convidativo?
  • As  crianças possuem  livre acesso ao espaço? São estimuladas a emprestar  livros que fogem  do programa pedagógico ?
  •  O acervo está cadastrado e pode ser acessado pela internet?
  • A família também pode usufruir do acervo?
  • A escola realiza atividades como A Hora do Conto, rodas de leitura, Mediação de Leitura, Bate papo com escritores, saraus, exposições, etc ?
  • A  escola promove Trocas de livros, Feiras, Eventos Literários, Encontros com Escritores?
  • As Feiras de Livro oferecem literatura de qualidade ou ficam restritas aos livros brinquedos\personagens ? Quem faz a curadoria dos livros e atividades de formação leitora?
  • A escola incentiva a produção literária dos alunos?
  • A escola  cria atividades aliando literatura aos demais conteúdos curriculares  ?
  • A escola investe na formação leitora  dos seus professores e da comunidade escolar ?
  • A escola utiliza as novas tecnologias  também no ensino da leitura?
  • A escola estimula as  diferentes linguagens como poesia, teatro, música, cinema, etc?
  • Quais são os critérios para a escolha dos livros de leitura obrigatória?
  • A escola facilita  o livre acesso aos livros  criando pontos de leitura em locais estratégicos da instituição ?
  • A escola abre espaço para a fruição leitora? Incentiva momentos de  leitura por prazer  sem excesso de didatismo?
  • A escola entende a Literatura como forma de promoção de valores humanos e de formação emocional?

 

Conheço escolas com  “bibliotecas”  funcionando em  corredores –  com algumas estantes de livros e jogos educativos. Há outras que possuem uma sala exclusiva, porém  o acervo é pequeno, antiquado ou não catalogado. Em grande parte das  escolas, os alunos  não possuem  livre acesso a biblioteca, e só podem emprestar livros em determinados dias e horários.

A biblioteca deveria ser um ambiente acolhedor, um local aberto aos alunos durante toda a permanência escolar. Visitas esporádicas,  com turmas grandes  e  pouco tempo disponível para escolha,   não permite  que o aluno crie um vinculo com o espaço, uma intimidade com os livros.

Várias escolas criam nas salas de aulas pequenas bibliotecas, um acervo que fica disponível para os alunos manusearem e lerem em determinados momentos. É uma ideia interessante, sem dúvida, mas na maioria dos casos os livros são solicitados na lista de material, diminuindo os custos da escola.   Manter uma biblioteca em boas condições, com acervo  catalogado e funcionários especializados é função da escola.  Cabe  aos pais entender a importância de uma biblioteca escolar para poder exigir a criação\ manutenção desse espaço.

Visitar a  biblioteca mensalmente somente  para empréstimo, não transforma o aluno em leitor. Ler por obrigação e preencher fichas de leitura, não transforma o aluno em leitor.  Promover Feiras de livros  com estandes  vendendo  livros de personagens de TV, também não significa investimento na formação de alunos leitores.

A  formação de  leitores envolve diferentes  estratégias e é um processo contínuo. E o primeiro passo  é facilitar o acesso ao livro, parece obvio, mas infelizmente não é.

 

Imagem retirada do livro Os Fantásticos Livros Voadores de Modesto Maximo , de Wiliam Joyce  

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s