Mais Vida Real e menos Rede Social

image.jpg

 

Esses dias me peguei pensando em  como era a vida antes das Redes Sociais. Bateu um saudosismo, confesso!  Era comum chegar ao   final do dia  com pedências zeradas e a sensação gratificante  de  tempo  bem aproveitado.  Também tenho saudade daqueles  encontros  com amigos, do bate papo tranquilo, sem pressa ou interrupções.  Os  almoços em família sem checagem de notificações.

Em um tempo não muito distante, ( pasmem!) celular servia só para fazer ligação. E  o tempo  era contadinho, para não morrer depois com a conta altíssima.

Naquele tempo,  eu  não tinha tantos contatos, tantos “amigos” ou seguidores.  A vida não era medida por Likes .  E não vivíamos  cercados por tantos memes, fake news e outras tantas  informações  inúteis.

Inclusive esse texto,  devia ter saído na semana passada…  Duas coisas que não podem andar juntas – Procrastinação e rede sociais.  Uma combinação que acaba com nossas  Metas  de produtividade.

E o que eu fiz com tantas  horas gastas nas Redes Sociais? Nem tudo foi perda de tempo.  Conheci muita gente bacana, alguns viraram  amigos,  fiz contatos,  li muitos textos bons,  tive acesso a informações sobre eventos/livros/ cursos do meu interesse. Descobri lojas, lugares, fornecedores, produtos, marcas locais, novos artistas. Reencontrei pessoas, estreitei alguns laços, vendi, troquei, recebi .

No meio do caminho,  acabei perdida no excesso de informação e de notificações.  O excesso de conteúdo é assustador.  Um verdadeiro  bombardeio de propagandas, de notícias falsas, de conteúdo ofensivo, de notícias ruins, de assuntos que não interessam.   Em tempos de campanha eleitoral, a coisa ficou pior e mais ofensiva.  É uma poluição visual sem tamanho na tela do computador/celular, o que acaba gerando um desgaste mental.

Venho me esforçando para mudar alguns  hábitos e tentar romper esse ciclo vicioso    e consequentemente,  reduzir o stress  e a  perda  do foco.

Como passamos tanto tempo no mundo virtual ( é fato!)  seria bom que fosse um tempo de mais qualidade.  Para começar,  vale  a pena rever o sentido do termo  Rede Social –  relacionamento  com pessoas com os mesmos interesses e objetivos; criação de  vínculos. Isso é o que deveria ser, mas a realidade é bem distinta.

Rede Social não  é “pedir like”, e nem pedir para seguir de volta. Os seguidores virão por afinidade e interesse no conteúdo produzido.  Se você   curte as foto  mas não segue o perfil, rompe a Rede Social.  Seguir o perfil  sem  curtir as fotos ou  interagir,  não representa  Rede Social. Se você é do tipo que segue e depois de alguns dias deixa de seguir, ou se interage  apenas em perfis de famosos,  não está  formando   uma Rede Social verdadeira.  E os que pedem/brigam por  parcerias, algumas vezes  sem  ao menos seguir o perfil, decididamente não sabem o significado de uma verdadeira Rede Social.

Rede Social deve agregar, sempre.

Não consegue estar fisicamente perto dos amigos ? Use as redes sociais para encurtar distâncias.  Deixe  um recadinho, e se o tempo anda reduzido,  ao menos deixe uma “curtida”  nas fotos.  Isso é Rede Social.

Sempre que possível de uma forcinha  compartilhando  ações das pessoas que você conhece .Isso é Rede Social.

Admira  um artista,  escritor, músico?  Compartilhe. Curte. Assim mais pessoas terão acesso àquele conteúdo. Isso é Rede Social.

Tem um amigo que está iniciando  um empreendimento? Compartilhe.   Indique. Apoie. Recomendações são sempre bem-vindas. Isso é Rede Social.

Frequenta  um local bacana, preço justo, trabalho bem feito? Indique. Compartilhe. Deixa uma recomendação. Isso é Rede Social.

Quando nos sentimos lesados  encontramos   tempo  para escrever um textão reclamando, não é mesmo?   Arranje tempo para  elogiar, para fazer uma gentileza. Deixe as pessoas saberem que estão fazendo um bom trabalho.

Formar uma Rede Social é compartilhar, é trocar ideias , é dar e receber , é ir e vir, é mostrar interesse e respeito.  Nunca  divulgue  conteúdos negativos ou preconceituosos.  O mesmo vale para  imagens apelativas, notícias falsas e piadas ofensivas.   As regras de etiqueta e boa educação  da vida real são as mesmas para as  Redes  Sociais.  Ninguém é obrigado a gostar ou concordar com qualquer conteúdo publicado por aí,  no entanto,  respeito é fundamental.  Se for responder use bons  argumentos e nunca respostas  ofensivas .

E por fim,  lembre-se  que todo texto/frase/imagem/vídeo disponível  foi criação de  alguém. Ao compartilhar qualquer coisa sempre mencione a fonte.

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Mais Vida Real e menos Rede Social

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s