Roteiro Literário – Bienal de Quadrinhos de Curitiba e Portão Cultural

dsc_1190

Na semana passada Curitiba recebeu a Bienal de Quadrinhos. Foi um evento muito bacana e  bem organizado, com exposições, bate-papo com autores, oficinas e programação para a criançada.  Infelizmente acabei indo somente na sexta e não consegui ver ( nem fotografar) tudo que queria.  Era muita coisa interessante ao mesmo tempo, e ainda ficar de olho nos filhos…  E tinha muita coisa legal para levar pra casa- além dos quadrinhos,claro, muitas  ilustrações lindas em forma de poster, caneca, bottons, marcadores…  O paraíso para colecionadores.  Já aguardando a Bienal de 2017.

O Evento  aconteceu no Portão Cultural – um espaço que abriga sala de cinema, salas para exposições e um espaço de Leitura.

 

dsc_1188

 

dsc_1170

Fiz algumas fotos da exposição mas acabei esquecendo de registrar os autores.

dsc_1172

 

dsc_1173

 

dsc_1191

 

dsc_1185

O mais legal era a interação entre artistas e público – muitos fazendo desenhos ali na hora, autografando, fazendo esculturas…  Incrível observar o processo criativo ali na sua frente!

 

dsc_1189

E para liberar mesmo a criatividade do pessoal, tinha essa imensa tela em branco a disposição de todos. Deve ter ficado incrível até o encerramento.

 

dsc_1204

Enquanto eu batia perna, a filha participou de uma Oficina de Aquarela ministrada pela ilustradora Melissa Garabeli.  A Melissa faz um trabalho muito bonito, fiquei encantada. Conhecer novos artistas é o mais bacana nesse tipo de Evento.  E como tem gente talentosa por aí…

 

Vale a pena  visitar o  Portão Cultural e conhecer a  Casa de Leitura Wilson Bueno

 

dsc_1198

 

No Portão Cultural, a transformação da biblioteca do antigo Centro Cultural Portão em Casa da Leitura homenageia Wilson Bueno, um dos mais importantes escritores paranaenses, falecido em 2010, e torna-se um centro de estudos e pesquisas voltado à leitura. Seis mil livros estão disponíveis para empréstimo, que é feito de forma bastante simples, gratuitamente e sem burocracia. Basta apresentar um documento de identificação e informar o endereço. O sistema não utiliza carteiras de usuários.

À promoção do hábito de ler juntam-se ações que englobam cursos, seminários e conferências voltados a agentes multiplicadores e incentivadores, como é o caso dos professores da rede municipal de ensino, contadores de histórias, arte-educadores e voluntários. Contações de histórias e rodas de leitura também fazem parte da programação da Casa da Leitura, que é mais uma unidade integrada ao programa Curitiba Lê da Fundação Cultural de Curitiba. Sucesso da política municipal nessa área, o programa, por meio de seus espaços e ações, dissemina o acesso ao universo simbólico da Literatura, atingindo todas as regiões e chegando a todas as classes sociais.

Fonte-  site da Fundação Cultural de Curitiba

 

 

dsc_1181

Não resisti… amo uma bela estante de livros .

 

dsc_1180

Também não deu para resistir a essas ilustrações lindas na parede.

 

dsc_1179

Há uma boa variedade de livros de vários gêneros, um acervo muito bom de livros infantis e de gibis. Dá para levar para casa ou ler lá mesmo, em um espaço super acolhedor.

No site ou no face da Fundação Cultural é possível consultar a programação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s